segunda-feira, 20 de maio de 2013

“Era” ou “eram”?

O verbo “ser” oferece uma especial dificuldade em alguns casos do plural. Essa dúvida pode ser tirada aplicando-se uma regra simples: se o sujeito for uma pessoa, a concordância é feita com o sujeito, e não com o predicativo; se o sujeito não for uma pessoa, a regra não se aplica.

Ex.: Mônica “era” só elogios. – o verbo concorda com o sujeito, Mônica – singular.
       A vida “eram” só rosas. – o verbo concorda com o predicativo (rosas) – plural.

5 comentários: